Essência

Caderno Essência
A natureza é o único livro que oferece um conteúdo valioso em todas as suas folhas.
Quem protege a natureza protege a si mesmo e protege futuras gerações.
Uma árvore oferece muito mais que sombra, ela pode te oferecer alimentos, pode ser o remédio que buscas na farmácia, ela também diminuí a poluição, inclusive a sonora. Atua como filtro natural para o ar. Diminui o calor excessivo mantendo um clima agradável e ainda absorve a água da chuva. Além de tudo que já falamos, elas são lindas, dão flores e ainda embelezam seu jardim ou sua calçada. Ah! Quase esqueço de falar, árvores são refugio e alimentos para pássaros.
Agora me diz, porque não plantar uma árvore?

Melancia
No mês da Consciência Negra, optamos por falar de uma fruta saborosa, refrescante de origem africana que tem tantos benefícios para a nossa saúde que você nem imagina.
Sendo um fruto de origem africana, sua chegada ao Brasil não podia estar ligada a outro fato que não fosse a cruel escravidão dos negros de origem Banto e Sudanês durante a escravidão.
O termo arcaico do português para se referir à fruta é «balancia» ou «belancia»
Em 1991 o IBGE estimava que 144 mil toneladas do fruto fossem produzidas no país e concentrada principalmente no estado de Goiás considerado a capital nacional da melancia, em Uruana tem a festa nacional da melancia que ocorre sempre em setembro. Mas a sua produção também ocorre em menor escala na Bahia, Rio Grande do Sul e São Paulo.
A Melancia além de ser uma sobremesa de baixo custo, ainda é uma ótima fonte de vitaminas C, A e B6, estudos recentes descobriram que a melancia também é um excelente antioxidante e pode fazer bem para a saúde sexual, segundo divulgou o site Yourtango. Estudos indicam que  o consumo regular de melancia é benéfico para homens e mulheres e previne a disfunção erétil, a hipertensão, melhora a sensibilidade à insulina e a degeneração macular.
Não existe uma forma certa de se consumir o fruto, podendo ser consumido em forma de sucos, salada de fruta, ao natural, em espetinho de frutas ou experimente acrescenta-la na salada com folhas verdes e um molho de hortelã e nozes, por exemplo. Além disso, sua semente pode ser torrada e consumida como aperitivo.
Alguns bons motivos para você incluir melancia na sua alimentação:
•    Sua ação diurética limpa os rins.
•    É ótima para emagrecer, pois contém poucas calorias o que faz dela uma boa opção de sobremesa.
•    É Excelente fonte de vitamina C.
•    Protege a nossa pele do sol.
•    Melhora o transito intestinal.
•    Regula a pressão.
•    Fortalece osso.
Pesquisas sugerem que a melancia, pode ser um Viagra natural. Especialistas descobriram que a fruta é rica em um aminoácido chamado citrulina, que relaxa e dilata os vasos sanguíneos, de maneira similar ao efeito provocado pelo Viagra e outros medicamentos destinados a tratar a disfunção erétil.

Fonte:
https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/nutricao/conheca-os-beneficios-da-melancia
https://www.tuasaude.com/beneficios-da-melancia/
www.Wikipédia.com.br

Assim como os aspargos fazem o espermatozoide adquirir um cheiro forte e ficar com o gosto amargo, a melancia age justamente de maneira oposta. Por ser uma fruta rica em água e açúcares naturais, ela colabora para tornar os fluidos do corpo mais adocicados e perfumados. Essa lista inclui a saliva, o sêmen e a secreção vaginal. E o efeito pode ser notado algumas horas após a ingestão da melancia.
Imagem relacionada
Obrigado por acompanhar nossa web revista, volte sempre e quando vier traga novos amigos com você. Se quiser falar com a Bagala, use um desses canais: revistaeletronica@bagala.com.br ou nosso WhatsApp 9.4829-2725.
Ano 01 - Número 06 - Outubro de 2017
Beterraba
Grande fonte de nutrientes da raiz até as folhas.
As folhas contêm cálcio, ferro, vitaminas A e C.
A raiz é roxa e doce e contêm ácido fólico, fibras, manganês e potássio.
A beterraba pode ser semeada o tempo todo e a colheita varia de acordo com a opção do plantio. No sistema de semeadura direta, pode ser colhida de 60 a 70 dias após o cultivo.
Mudas transplantadas levam de 90 a 100 dias para estarem prontas para o cultivo.
Por que devo comer beterraba:
•    Melhora o funcionamento do cérebro.
•    Ajuda a prevenir câncer.
•    Ajuda no controle da pressão arterial.
•    Melhora a resistência física.
•    Evita a formação de colesterol ruim.
•    Fortalece ossos e dentes.
•    Excelente para tratamento de anemia.
•    Combate doenças hepáticas.
•    Ótimo para gravidas, devido ao seu alto teor de ácido fólico.
•    Previne e cura inflamações da pele.

Imagem relacionada
Ano 01- Número 05 - Setembro de 2017
Tomate

Fruto excelente como alimento, tempero e remédio.
Existem muitos tipos de tomate: comum, pera, santa cruz, rei Humberto, ficarazzi, marglobe,  rutgers, stone, ponderosa, etc...
São bons para saladas, pois são belos, suculentos e deliciosos, mas por serem delicados têm seu transporte e conservação dificultados.

Uso medicinal
(Procure sempre a orientação de um médico.)

O tomate é antiescorbútico, antitóxico, antituberculoso, depurativo e alcalinizador do sangue, desinfetante para úlceras e chagas, emoliente, hepático, laxante e mineralizador, tônico, etc.
Segundo Dr. Deodato de Morais, tomate “favorece o crescimento e a ossificação, e é antiescorbútico e antituberculoso. Muita gente pensa que o tomate é escandescente e irrita o tubo digestivo. Não é assim. As propriedades das suas sementes tornam-no refrescante e emoliente intestinal apreciável. São receitadas mesmo contra as mais resistentes prisões de ventre.”
 O tomate é benéfico para o cérebro. Sendo essencialmente recomendado para pessoas que sofrem de desgaste mental.
São excelentes para tratamentos de obesidades, pois tem efeito laxante. E magnifico contra raquitismo, escrofulose, escorbuto e em todos os transtornos do fígado.
Nas queimaduras de sol, pode passar nas partes afetadas, duas vezes ao dia, um tomate cortado ao meio.

Sucos

•    Tomate e salsa é bom contra artrite.
•    Tomate cozido, seu suco e bom contra caspa.
•    Tomate com aipo, usa-se esse suco contra nefrite.
...
Tomates devem ser consumidos maduros, ou podem afetar o fígado, os rins e o coração e podem provocar prisão de ventre.
O melhor, em saladas, e não colocar nem vinagre nem limão, pois o ácido oxálico nele contido, combinado com outro ácido fazem mal a saúde.
De modo geral, o tomate não vai bem com as pessoas que sofrem de fermentação no estômago.
O tomate contém muito potássio, mineral que exerce importante papel na eliminação e participa na digestão do açúcar, das proteínas e das gorduras.
Esse fruto é importante para os dentes e os ossos, pois possui magnésio que cimenta o cálcio e trona os ossos e dentes duros e firmes.
Tomates podem ser consumidos diariamente.




Fonte:
 As hortaliças na medicina natural – A. Balbach e D. Boarim – Ed.Missionária


Resultado de imagem para gifs obrigada
Obrigado pela visita,
volte sempre!
Convide seus amigos e na página inicial você pode comentar como foi a sua experiência com a Bagala.
Comente!
Sua mensagem é muito importante para mim.
A paz de Deus!

Ano 01 -Número 04- Agosto de 2017
Ora-pro-nóbis

Usada como cerca viva, ornamentação e alimento, a hortaliça se desenvolve em vários tipos de solo e é pouco conhecida por nós.
Onde planta, nasce, cresce.
Uma planta rica em proteínas que pode minimizar a fome do Brasil. É um cacto trepadeira que apresenta folhas suculentas e comestíveis. Tem 25,4% de proteína; vitaminas A, B e C; minerais como cálcio, fósforo e ferro.
 Pode ser usada apenas para ornamentação devido suas flores brancas com miolos alaranjado que são perfumadas e pequenas. Quando já está grande é ótima para cerca viva, pois possuem espinhos pontiagudos que inibem os mais atrevidos. Suas folhas são a parte comestível e são excelente alimento, podem ser utilizadas secas e moídas ou cruas, também pode ser usada em farinha para enriquecer os pratos de massa.
 Passa ao alimento bela cor verde inclusive em pão e macarrão, enriquece saladas, refogados, sopas, omeletes, tortas e o arroz-com-feijão.
Galinha caipira com ora-pro-nóbis é um é prato tradicional da culinária mineira. É servido cotidianamente nas cidades históricas do estado, como Diamantina, Tiradentes, São João Del Rey e Sabará, onde anualmente há um festival da hortaliça.
Pode ser utilizada in natura ou misturada na ração dos animais, que também aproveitam os benefícios nutricionais das folhas da Ora-pró-nóbis.
O consumo de ora-pro-nóbis não possui contraindicações.
Indicações:
     Ajuda no processo digestivo e intestinal
     O chá, tem excelente função depurativa, sendo indicado para processos inflamatórios, como cistite e úlceras;
     Ótima para a pele;
     Mantém ossos e dentes fortalecidos.

Imagem relacionada
ANO 01 - NÚMERO 03 - Julho de 2017
Como plantar em casa e em vasos.
Tomate
1.    Coloque uma tela de fibra de vidro no fundo do vaso.  Escolha o vaso de acordo com tomate que vai plantar. Tomates maiores, vasos maiores.
2.    Coloque seixos ou pedras de rio no prato do tomateiro.
3.    Encha 1/3 do vaso com a mistura de terra.
4.    Coloque a muda de tomate no vaso. As mudas podem ser rodelas de tomate com semente, ou corte um tomate em 4 e use cada pedaço como muda.
5.    Continue adicionando terra ao redor da planta.
6.    Regue com frequência.
7.    Coloque o
vaso em um local ensolarado.

Alface
Escolha um lugar que bata sol, alface precisa de muita luz solar.
Escolha um vaso do tipo jardineira e o prepare como fez com o tomate.
A semente tem de ficar num lugar que costumo chamar de berçário, e só transfiro para sol depois que germina.
Regue com frequência e em 90 dias terá alface fresquinhos para sua salada.


 Cebola
Utilize vasos com cerca de 30 cm de profundidade e e que tenha abertura larga.
Em cada vaso, você poderá plantar dois bulbos de cebolas. Escolha uma terra que seja bem aerada e misturada à matéria orgânica adubada. O primeiro passo é preparar bem a terra e dividi-la nos vasos.
Até que germine e necessário que fique no berçário e depois poderá colocar ao sol.
Ao final de seis ou sete meses, quando os talos da cebola estiverem grandes e de uma cor verde intensa, a cebola estará pronta para ser colhida. Não ficará muito grande, mas seu sabor será delicioso. Para evitar pragas de maneira natural, plante rabanetes entre elas.


ANO 01 - NÚMERO 02 - JUNHO 2017
Disciplina nas Refeições

Dificilmente encontramos alguma pessoa disciplinada nas suas refeições. Eu juro que já tentei, mas não consegui e hoje me arrependo por ter maus hábitos alimentares. Comemos qualquer hora e qualquer coisa e ainda comemos demais coisas prejudiciais e de menos coisas necessárias a nossa saúde. A ingestão de fibra e muito pouca, mas por outra lado sal, açúcar e gordura comemos em excesso. Como comemos muito alimentos calóricos e gastamos pouca energia acabamos por ficar obesos e por ter outras condições indesejáveis para nosso bem estar.
Vivemos num país tropical, frutas e hortaliças temos de várias espécies e nosso consumo ainda é baixo em relação a outros países.
Vamos observar nossa própria alimentação. Quanto de fruta e verdura você consome por dia? Semana? Garanto que é pouco e que já passou dias sem comer nenhuma verdura ou
fruto. Comer uma salada ou uma fruta dia ou outro não é o suficiente para suprir as necessidades do nosso organismo.
“O problema, então envolve a proporção. Somando-se a quantidade total de fibras dietéticas que um brasileiro ingere, em média, todos os dias, concluiremos trata-se de uma ingestão inadequada e pobre, que abre o caminho para o desenvolvimento de doenças crônicas e degenerativas como câncer de cólon, s aterosclerose, etc. É preciso, então, ingerir muita mais frutas e hortaliças que o habitual, e soma-se a isto a necessidade de consumir cereais integrais, o que não é hábito alimentar no Brasil.”  (do livro: As Hortaliças na Medicina Natural).
Quando observamos em restaurantes e os pratos deixados à mesa, verificamos nossa deficiência alimentar, sempre existe restos de saladas, frutas e legumes e também de sucos naturais e dificilmente vemos ser devolvidos doces e refrigerantes. Isso faz parte da nossa cultura e é necessário que passemos por um processo de reeducação alimentar.
Concordo coma pessoas que sentem medo desses alimentos devido ao grande teor de agrotóxicos que eles carregam, mas hoje já temos a opção de feiras de produtos orgânicos e muitos mercados separam em suas prateleiras produtos produzidos sem agrotóxicos. Essa já não pode ser mais a desculpa de outrora. Uma alimentação a base de produtos industrializados, é uma incoerência, pois esses produtos também estão sujeitos a insumos químicos e hormônios, além de oferecem pouca fibra e excesso de sal, açúcar e gordura.
Eliminar da nossa mesa frutas, hortaliças e verduras trará prejuízos incalculáveis, esses alimentos são insubstituíveis. Portanto, você tem de achar a maneira que melhor lhe convêm para consumi-los.
Você pode começar assim:  Lavar muito bem frutos e verduras.
  1. Ter uma pequena horta em casa é uma ótima solução.
  2. Comprar de fornecedores honestos que trabalhem com produtos orgânicos.
  3. Comprar sempre produtos da época.
  4. Lavar muito bem frutos e verduras.
Que as frutas e verduras mais bonitas nem sempre são as melhores.

Que as de menor tamanho e as que exibem sinais de intempéries naturais, provavelmente não foram produzidas a base de agrotóxicos.

Como ter e manter uma horta em pequeno espaço.

    Você precisará decidir o local.  Recomendamos que seja um local arejado, que tenha entrada para a luz solar.
    Sugerimos uma horta vertical. Use sua criatividade e crie a sua ou em lojas especializadas você encontrará vários tipos de suporte para horta vertical  escolha o que mais lhe agradar e que caiba no seu espaço.
    Prepare-se para a instalação do painel, pois precisará de: lápis, chave de fenda, buchas e parafusos, trena, furadeira, braçadeiras ou ganchos metálicos e vasos.
    Faça disso um hobby, envolva toda a sua família, é muito legal, importante e  saudável.

Agora vamos decidir sobre o que vamos plantar.

Os temperos mais comuns para plantar em casa são alecrim, cebolinha, salsa, coentro, hortelã, manjericão, manjerona, tomilho e orégano. Outros exemplos para um bom começo estão listados abaixo. Na internet existem livros para ser baixados gratuitamente que explicam detalhadamente como ter uma horta sempre bonita e assim uma alimentação mais saudável. Vamos praticar?

    Cenouras – podem ser plantadas o ano todo e cresce sem grandes problemas.
    Espinafre -  é possível cultivá-lo em pequenas hortas, separadas por 30cm de distância entre si ou espalhando as sementes em vasos.
    Rabanetes - levam menos de 1 mês para estar prontos para a colheita.
    Manjericão, hortelã, alecrim - muito fácil de plantar e de encontrar a venda, ele pode ser colhido aos poucos o ano todo.
    Salsinha - dura muito tempo, fornecendo o tempero fresco o ano todo.
    Tomilho -  a muda necessita de alta luminosidade, precisando de luz solar direta por, pelo menos, 5 horas diárias.
    Orégano - precisa receber, pelo menos, 4 horas diárias de luz solar direta e, quanto mais luz solar receber, mais aromáticas crescerão as folhas.


Fonte:
As Hortaliças na Medicina Natural / Alfons Balbach, Daniel S. F. Boarim – Editora Missionaria
http://www.viveremcasa.com                                                
http://www.bbc.com


Resultado de imagem para gifs obrigada
ANO 01 - NÚMERO 01 - MAIO DE 2017
Você sabe a importância que as abelhas têm na sua vida?
A Extinção das Abelhas

 As abelhas são essenciais para nossa vida, mas nem tudo são flores. Então tome muito cuidado porque a abelhas africanas podem matar. Mas, mesmo assim, temos de ter consciência de que perderemos muito com o fim delas, poucos sabem, mas 70% do que comemos depende do seu trabalho.
Aliás qual foi a última vez que você viu uma abelha????


A IMPORTÂNCIA DAS ABELHAS PARA A HUMANIDADE.

A polinização é o transporte de pólen de uma flor para a outra. É através da polinização que as flores são fecundadas, começando o desenvolvimento de frutos e sementes. Pode ser feita pela água, pelo vento e por muitos animais, como borboletas e beija-flores. O animal mais famoso pela capacidade de polinização - e é de fato o mais eficiente - é a abelha, pois é mais rápida, consegue voar em ziguezague e, após um tempo com a colônia instalada em certo local, consegue saber qual o melhor horário para coletar pólen (elas observam a flora próxima à colmeia e associam com a intensidade da luz do dia). Você gosta de abobrinha, de melancia e de maracujá? Se a resposta é sim, então você gosta do que as abelhas fazem. Esses e muitos outros vegetais não existiriam ou seriam muito diferentes sem a polinização feita por esses insetos. As berinjelas, por exemplo, seriam menores que maçãs.
Esses insetos são pequenos no tamanho, mas de uma importância gigante para toda a vida na Terra. Sem as abelhas, não perderíamos só o mel e os produtos agrícolas. A produção de animais para consumo sofreria grandes perdas, já que estes animais são herbívoros. A vida selvagem de uma forma geral também sofreria sem elas: a vegetação seria drasticamente reduzida e, assim, a vida em geral.
Desde 2006, apicultores do mundo inteiro têm reclamado que as populações do inseto caíram. De 2012 para 2013, 31% das abelhas dos EUA tinham desaparecido; na Europa, naquele período, o número chegou a 53%, e no Brasil, a quase 30%.
O pior é que ninguém sabe exatamente o que está causando essa catástrofe. Alguns cientistas acham que é a poluição; outros apostam nos pesticidas. Mas há consenso de que é um somatório de razões que acabou por construir um cenário cruel para os insetos. As abelhas estão perdendo seu habitat quando florestas e jardins dão lugar a construções ou mesmo a plantações de uma única cultura – a espécie necessita de alimentação variada para sobreviver. As intensas mudanças climáticas pelas quais passa a Terra, em consequência do aumento da emissão de gases do efeito estufa pelo homem, também colaboram para o desaparecimento dos insetos. As estações menos definidas, além das elevações e quedas bruscas na temperatura e na umidade, acabam por bagunçar o ciclo de florescimento das flores, das quais as abelhas são dependentes. Além disso, a disseminação do uso de pesticidas, que enfraquecem as colônias, e a ação de parasitas que atacam o organismo do animal, contribuem para a delicada situação das abelhas.

O Maracujazeiro e a Mamangava


Há uma relação muito interessante entre o maracujazeiro e a abelha mamangava. O primeiro oferece néctar e pólen às mamangavas, e estas ao ir buscá-los acabam realizando a polinização da planta.
O Brasil é o maior produtor e consumidor de maracujá, e a destruição das florestas aliada ao uso indiscriminado de veneno na agricultura tem levado ao desaparecimento das mamangavas, tais acontecimentos além de gerarem impactos ecológicos negativos, provocam também problemas econômicos. Com o desaparecimento das mamangavas a produção do maracujá é diminuída, para evitar que isso ocorra os produtores são obrigados a realizar a “polinização manual”, que consiste na transferência de pólen das flores pelo próprio homem através do dedo, isso resulta no aumento do custo da produção do maracujá, baixa eficiência comparado à polinização pelas mamangavas e consequentemente aumenta o preço deste produto. O .ue antes era um “serviço” gratuito, atualmente passou a custar caro.

Abelha Europeia ou Melífera


A famosa listradinha de preto e amarelo é a preferida dos apicultores, porque é a melhor produtora de mel. Entretanto, também tem um papel fundamental na agricultura, sendo a maior polinizadora das abóboras, por exemplo, e de muitos outros vegetais. Na verdade existem muitas espécies de abelhas que não possuem ferrão. As principais são: a irapuã, que também é bastante utilizada na produção de mel e também tem uma grande atuação na agricultura; a jataí, que é fã de flores ornamentais; e a mirim, que os produtores de morangos levam para morar na plantação deles e impedir deformidades genéticas nos frutos, porque a polinização leva genes de uma planta para outra, impedindo a consanguinidade, isto é, a mistura de genes semelhantes entre flores de uma mesma planta, que são como “flores irmãs”

Abelhas venenosas, como sempre na vida, nem tudo são flores.


Dentre todas as abelhas que possuem veneno, as consideradas mais venenosas são as abelhas africanas, sendo essas as responsáveis pelo maior número de mortes de humanos do que a soma do ataque de todos os outros animais venenosos juntos.
Uma das causas de tamanha periculosidade é o modo de ataque, feito em parceria por um grande número de indivíduos da colmeia, assim, injetam uma grande quantidade de veneno na vítima, em geral 8 vezes mais veneno que outras abelhas.
O veneno das abelhas ou apitoxina é produzido por duas glândulas existentes dentro do abdômen das abelhas operárias, sendo que em um das glândulas é produzida uma secreção alcalina e, na outra, uma secreção ácida, compondo assim o veneno.
Atualmente, muitos estudos, testes e tratamentos são feitos a partir do veneno das abelhas em prol dos seres humanos, e este tem se mostrado extremamente eficiente no tratamento de reumatismos, bursites, tendinites, dentre outras doenças.

O zumbido do apocalipse

Sem as abelhas, o mundo como o conhecemos entraria em colapso

1. Se as abelhas sumirem, boa parte dos vegetais também deixará de existir. Isso porque elas são responsáveis pela polinização de até 90% da população vegetal. Há, inclusive, apicultores que alugam abelhas para a polinização de fazendas. Pássaros e outros insetos também atuam na polinização, mas em escala muito menor

2. Com a queda drástica na quantidade de vegetais disponíveis, as fontes de alimentação de animais herbívoros ficarão escassas, gerando um efeito dominó na cadeia alimentar. Os herbívoros irão morrer, diminuindo a oferta de alimento aos carnívoros, atingindo um número cada vez maior de espécies até chegar ao homem

3. Com poucos vegetais e carnes à disposição, valerá a lei da oferta e da demanda. A tendência é que os preços dos alimentos disparem, assim como os valores de outros artigos de origem animal e vegetal, como o couro, a seda e o etanol, para citar só alguns. Está formada uma crise econômica

4. Na luta pelo pouco alimento que restou, a população mundial pode iniciar conflitos e até guerras. A agropecuária em crise afetará vários setores da economia, gerando desemprego, queda geral de produtividade e insatisfação popular. Com fome, muitos morrerão ou ficarão doentes. Poucos conseguiriam sobreviver a esse caos

Fonte de pesquisa:
*Greenpeace; Revista Electrónica de Veterinaria; Embrapa
*https://plantandovida.wordpress.com
*http://www.ecycle.com.br

Uma forma bem descontraída de falar, sobre abelhas com as crianças é pedindo ajuda ao filme:

Bee Movie - A História de uma Abelha - 2007

A recém-formada abelha Barry acha a vida de trabalhar com mel desinteressante. Ele voa fora da colmeia pela primeira vez e conversa com um humano, quebrando uma primordial regra de sua espécie. Barry descobre que humanos têm roubado e comido mel há séculos e decide processar a humanidade. Mas é quando elas fazem greve que coisa fica bem complicada. Assistam!

Resultado de imagem para gifs volte sempre animado
Share by: